Com gol de Hernane, Fla vence Nova Iguaçu e lidera Grupo B da Taça Guanabara


Hernane comemora gol na vitória do Flamengo sobre o Nova Iguaçu


Atuando no Engenhão, o Flamengo derrotou o Nova Iguaçu neste domingo e está na liderança do Grupo B da Taça Guanabara. O responsável pelo gol da vitória por 1 a 0 foi o atacante Hernane, que já havia perdido outras duas boas oportunidades pouco antes.
  Com a vitória, o Flamengo chega aos 13 pontos, retornando a liderança isolada do Grupo B da Taça Guanabara. Por sua vez, o Nova Iguaçu ocupa a sexta posição do Grupo A, com apenas quatro pontos conquistados.
O próximo jogo do Flamengo será na quarta-feira, a partir das 22h, contra o Friburguense, no Cláudio Moacyr de Azevedo, o Moacyrzão. Já o Nova Iguaçu entra em campo na quinta-feira, às 17h, quando recebe o Boavista.
Devido à intensa chuva no Engenhão na tarde deste domingo, os jogadores de Flamengo e Nova Iguaçu não conseguiram desenvolver um bom futebol no primeiro tempo. Gramado pesado prejudicava o bom toque de bola e, assim, poucas chances de gol foram criadas nos 45 minutos iniciais.
Diferentemente do visto no clássico diante do Vasco, na quinta-feira passada, o futebol praticado pelo Flamengo não foi brilhante. O volante Elias não conseguia colocar velocidade em suas jogadas e o atacante Rafinha não desequilibrara quando o time rubro-negro chegava ao ataque, por exemplo. Era nítida a falta de continuidade.
Duas jogadas vistas durante o primeiro tempo valem ser destacadas. A primeira a favor do Nova Iguaçu, aos 27min. Flavio cabeceia a bola após cruzamento e Léo Moura evita o gol, tirando a bola em cima da linha do gol defendido por Felipe. E a segunda foi a favor do Flamengo, aos 39min, quando Cáceres subiu mais alto e cabeceou com perigo para o gol.
O panorama do segundo tempo mudou um pouco apenas, já que a intensa chuva vista na etapa inicial diminuiu significativamente. Logo aos 6min, João Paulo recebeu a bola na esquerda, avançou na linha de fundo e cruzou para Hernane, que acabou não conseguindo desviar a bola para o gol e abrir o marcador a favor do Flamengo.
Pouco após, aos 16min e 17min, o técnico Dorival Júnior resolveu fazer duas alterações. Tirou Nixon e Léo Moura, colocando Cleber Santana e Rodolfo, respectivamente. E as mudanças surtiram efeito aos 23min. Rodolfo chega com a bola na grande área e a sobra fica para Hernane, estufar as redes. Flamengo na frente, 1 a 0. E o atacante segue com a média de um gol por partida com a camisa rubro-negra.
Um lance curioso aconteceu aos 28min da etapa final. O árbitro da partida, João Ennio Sobral, sentiu câimbras no meio do campo e a partida acabou sendo paralisada por dois minutos. Quando a bola voltou a rolar, o Flamengo chegou novamente com perigo, após grande defesa do goleiro Jéfferson em chute de João Paulo. Novas tentativas chegaram a acontecer, mas o placar não mudou mais.
Fonte: meionorte.com
MARIVALDO LIMA

0 comentários: