script src='https://ajax.googleapis.com/ajax/libs/jquery/1.7.1/jquery.js' ad> PORTAL DO MARIVALDO
h

RECONSTRUTORA NOVA VIDA



Agora em nossa cidade chegou a RECONSTRUTORA NOVA VIDA, onde trabalhamos apenas com reforma de pequeno porte. Trabalhamos com : Pinturas, Construções simples, Rebocos, Instalações elétricas e hidráulicas, pisos em geral. 

Trabalhamos com segurança, qualidade, rapidez e com o melhor preço da praça. Nossa empresa presta esses serviços com a maior satisfação em agradar nosso cliente. Pois nossa maior preocupação é a qualidade do serviço e o dever de cumprimento dos nossos serviços e deixar sua casa nova de novo.

Fazemos orçamento sem compromisso  e garantimos o melhor preço da cidade.

CONTATOS:
86 99931 - 7414
86 98132 - 1295

MARIVALDO LIMA

Série D: Torcida altoense vai participar da jornada de classificação

A CBF demorou mas aceitou a mudança do jogo Altos x Tocantins do Lindolfo Monteiro para o Estádio Felipe Raulino, em Altos, no domingo às 18h00. A casa do campeão piauiense estava em fase de serviços gerais desde a temporada de 2016. 
Foto - Eduardo Frota - Cidadeverde.com - Arquivo
Agora, em melhores condições, será reaberta e exatamente no jogo que popderá classificar o Jacaré para a segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro. É certeza de público total apoiando o time para a conquista de uma grande vitória.
A campanha de Altos na competição ficou abaixo da expectativa geral, por conta de duas derrotas, principalmente para o Santos do Amapá, em Teresina, porém as possibilidades de classificação foram mantidas, o que deverá mesmo acontecer com uma vitória na jornada de domingo. A confiança é total e agora reforçada por conta do apoio que virá das arquibancadas.
O técnico Paulinho Kobayash tem enfrentado algumas dificuldades na escalação da equipe em face de contusões e também pela saída do lateral Tiaguinho para o futebol de Alagoas, mas com uma semana inteira para definir o time e mais tempo para treinamentos. Assim, Kobayash deverá mandar a campo uma formação capaz de superar o Tocantins.
Na cidade de Altos é esperada uma boa mobilização da torcida para lotar o Estádio Felipe Raulino, onde a equipe do Jacaré atuou pela última vez na semifinal do segundo turno do Campeonato Piauiense de 2016, quando venceu o River por 3 x 1.
No jogo de abertura do turno da Série D, realizado no Estado de Tocantins, Altos derrotou a equipe local por 3 x 1, mastrando bastante superioridade. Agora é confirmar essa condição e prosseguir na luta por mais uma vitória diante do mesmo adversário.
 cidadeverde.com
MARIVALDO LIMA

O River é tricampeão piauiense na categoria Sub-19

A decisão do Campeonato Piauiense Sub-19 aconteceu nesta quinta-feira(22) no Estádio Lindolfo Monteiro e deu empate de 0 x 0 entre River e Timon. Foi um jogo de pouco poder ofensivo das duas equipes. 
Foto - Elziney Santos
A melhor oportunidade para vencer foi do time de Timon aos 32 minutos da fase final quando Jaciel passou pelo goleiro riverino Vinícius e chutou para fora. Com 0 x 0 nos noventa minutos a decisão foi para os pênaltis. 
Na primeira série de cinco deu empate. Para o River marcaram Pedro Vítor, Gabriel, Wánderson e Emanuel; Sony chutou na trave. Para Timon marcaram  Aílton, Carlos Eduardo, Éicles e Jaciel; Tálisson cobrou e Vinícius defendeu.
Mais 3 pênaltis foram cobrados para cada equipe. Pelo River marcaram Eduardo e Vítor Almeida; Juninho cobrou e o goleiro Tiago defendeu. Para Timon Caik marcou; Jeanderson e Fabiano cobraram para defesas de Vinícius. Placar final nas penalidades: River 6 x 5 Timon.
O goleiro Vinícius foi o destaque riverino ao defender 3 pênaltis para a conquista do título. No final, jogadores riverinos fizeram grande festa no gramado do Estádio Lindolfo Monteiro comemorando a conquista, juntamente com o técnico Giva, dirigentes e torcedores. É o terceiro título consecutivo do River na categoria.
River e Timon, nas condições de campeão e vice, agora vão começar a preparação para a Copa São Paulo em janeiro de 2018.
cidadeverde.com
MARIVALDO LIMA

Gratidão: O antídoto contra a depressão e chave da felicidade

Por desconhecerem os estragos que provocam na saúde e qualidade de vida, muitas pessoas vivem em numa cultura d?e? reclam?ação, queixa e vitimização. Cultura que comumente é reforçada nos momentos de crise???? quando as pessoas tendem a ficar ainda mais negativas?.? Segundo o pesquisador e especialista em Saúde Quântica Wallace Liima, todas as vezes que as pessoas se colocam ?numa condição de? vítimas ou f?ocam? ?sua energia em problemas,? ao invés de soluções?, elas entram em uma situação de ?medo, insegurança e ?escassez. “Se você expressa e coloca muita energia naquilo que não quer, muitas vezes você acaba atraindo? que o? problema? se repita de maneira cíclica na sua vida?", alerta o especialista, que dá um exemplo prático. "Imagine alguém que tem um problema de relacionamento e, ?ao invés de? ter uma nova atitude e? ?buscar uma solução, ?apenas? reclama do outro e achar que ?só ?ele é ?quem deve mudar: essa pessoa ela ?irá? se ?vitimizar? e essa ?vibração ?negativa vai fazer com que esse problema ?tenda a se? rep?etir?? nos demais relacionamentos que ela venha a ter.? Além do mais, esse estado tende a elevar os hormônios do estresse no corpo, fragilizando o sistema imunológico e reduzindo os neurotransmissores serotonina e dopamina que funcionam como antidepressivos naturais.
"?O especialista garante acredita que é possível? reverter essa situação, ?treinando a mente para expressar, cotidianamente, ?o sentimento de gratidão. “?Acostumar-se a expressar o sentimento de gratidão por mínimas coisas, logo ao acordar, irá trazer um novo colorido ao dia. ?E mesmo diante de um desafio, ?procurar ver o lado bom proporcionado pelo desafio para a sua evolução pessoal. Essa atitude irá promover uma mudança na química corporal devido à presença dos neurotransmissores serotonina, dopamina, oxitocina e endorfinas que funcionam com antidepresssivos naturais. ?Agradecer leva as pessoas para? um? outro patamar e cria condições para atrair prosperidade e abundância”, destaca, indicando que as pessoas pratiquem o exercício da gratidão diariamente. “Agradeça as pequenas coisas da sua vida, como estar vivo, ?a água que bebe, o ar que respira, ?a alimentação ou então o brilho do sol. Isso fará de você uma pessoa mais? feliz, saudável e ? próspera em todos os níveis”, sugere.  
A frequência da gratidão: ações práticas   
Wallace, que também é idealizador do portal Saúde Quantum, ensina por que a gratidão ajuda a atrair coisas boas: quando a pessoa está na frequência da gratidão, ela ativa e fortalece novas redes neurais. “A frequência da gratidão cria campos eletromagnéticos e vibrações positivas no corpo?, ?que funcionaráão como uma antena para atrair situações favoráveis e pessoas positivas para a vida dela. ?Assim?,? as pessoas irão conseguir se conectar com aquilo que realmente ?desejam de bom para suas vidas?”, afirma o pesquisador, e completa que o simples fato de sair da vibração de reclamação para a vibração de gratidão já altera o estado ?de ser ?da pessoa e ?contribui para que? o dia a te?nha? um novo brilho. O especialista indica que fazer uma lista de coisas pelas quais se sente grata em um caderno é uma ótima aposta para ?começar a exercitar a gratidão. “Anote todos os dias, logo pela manhã, aquilo pelo que você foi grato do dia anterior. E também podem ser anotadas simples coisas que te deixaram mais feliz?. Sempre que possível busque expressar a gratidão às pessoas através de um abraço. Isso aumenta os níveis de oxitocina no corpo, chamado de hormônio do amor.?”, recomenda. 
Ele explica que essa prática irá mudar as vibrações ao longo do dia, deixando a pessoa mais positiva e preparada para enfrentar os desafios ?com o olhar voltado para as soluções e para o aprendizado que o desafio oferece?.? Isso irá criar o ambiente positivo para que as soluções apareçam.? Portanto, Wallace desafia que as pessoas comecem hoje mesmo essa prática, para deixar a negatividade de lado e parar de reclamar e se vitimizar. Isso permite até mesmo ressignificar ?os problemas ? e procurar sempre vê-los como ?uma forma de crescer?,? aprender? e evoluir?. “Comece ?agora a ?agradece?r? por tudo que já viveu até hoje, ?de bom ou ruim, ?pois nessa vibração d?a? gratidão? não terá mais tempo ruim e você se tornará uma pessoa cada vez mais saudável, feliz e próspera? ?e? cada dia ?será melhor do que o outro?”, finaliza.

Fonte: Mais Equilíbrio
MARIVALDO LIMA

Guerrero faz três e Flamengo massacra a Chapecoense na Ilha do Urubu

Com grande atuação de Paolo Guerrero e Diego, o Flamengo não encontrou dificuldades para golear a Chapecoense por 5 a 1 em partida disputada na noite desta quinta-feira, na Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro. 
Foto: Gilvan de Souza/CRF
O resultado fez o rubro-negro da Gávea chegar aos 14 pontos ganhos e subir para a oitava posição na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. A Chapecoense completou o terceiro jogo sem vitória na competição e caiu para a décima colocação, com 13 pontos ganhos.
Paolo Guerrero quebrou, em grande estilo, o seu jejum no Brasileiro. O peruano marcou três gols. Diego ainda marcou dois e foi o grande organizador da equipe.
O resultado fez justiça ao desempenho do Flamengo, que realizou sua melhor atuação dos últimos tempos. O resultado poderia ter sido ainda mais amplo para a equipe carioca que desperdiçou várias chances claras para marcar, principalmente na etapa inicial. 
A Chapecoense repetiu a irregularidade que vem marcando sua participação no torneio nacional. O time catarinense até que começou bem, mas caiu de produção durante o jogo e facilitou a tarefa do Flamengo.
Na próxima rodada, o Flamengo vai visitar o Bahia, na Fonte Nova. A Chapecoense vai receber o Atlético-MG na Arena Condá.
A Chapecoense surpreendeu todos que esperavam um início cauteloso. No primeiro minuto, Reinaldo cobrou lateral na área, a zaga cortou mal e Wellington Paulista bateu para fora. No minuto seguinte foi a vez do zagueiro Victor Ramos cabecear por cima após cruzamento na área.
O Flamengo só conseguiu se livrar da pressão e chegar na área catarinense aos quatro minutos. Rodinei cruzou, Victor Ramos desviou e a bola sobrou para Everton que bateu sem direção.
O jogo seguiu equilibrado com as duas equipes se alternando na posse de bola e na organização das jogadas de ataque. O Flamengo foi aumentando a pressão e, aos 13 minutos, marcou o primeiro gol. Rodinei cruzou da direita, Apodi afastou mal e Diego, emendou, de primeira, para colocar a bola nas redes, sem qualquer chance de defesa para Jandrei.
A vantagem fez o time carioca assumir o controle total da partida. E o segundo gol não demorou. Aos 18 minutos, Diego fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Paolo Guerrero que só teve o trabalho de empurrar a bola para as redes. Foi o primeiro gol do atacante peruano no Campeonato Brasileiro.
Com dois gols de vantagem, o time dirigido por Zé Ricardo reduziu o ritmo, enquanto a Chapecoense encontrava grande dificuldade para se aproximar da área carioca.
O Flamengo dominava completamente e até o volante Márcio Araújo que começou vaiado pela torcida, recebeu aplausos aos 29 minutos depois de fazer boa jogada e bater por cima do travessão, após receber bom passe de Berrio.
O rubro-negro seguiu tocando a bola com tranquilidade e poderia ter marcado o terceiro gol aos 39 minutos, quando Everton recebeu de Márcio Araújo e fez ótimo passe para Guerrero.
O peruano entrou livre na área e chutou, mas Jandrei fez grande defesa. Aos 44 foi a vez de Trauco experimentar Jandrei com um chute de longe. O goleiro da Chapecoense defendeu em dois tempos
O segundo tempo começou movimentado. Logo aos dois minutos, o Flamengo chegou com perigo. Após lançamento longo, Berrio tocou de cabeça e Guerrero completou, mas a bola encobriu o travessão. Um minuto depois, Berrio colocou Guerrero na cara do gol, mas o goleiro Jandrei defendeu o chute do peruano, em mais uma chance perdida.
A Chapecoense mostrava um bom toque de bola, mas não revelava nenhuma objetividade nas ações ofensivas. Aos nove minutos, Perotti foi derrubado por Juan na entrada da área, mas a cobrança de Reinaldo encobriu o gol de Thiago, sem levar perigo.
Aos dez minutos, o time de Chapecó marcou o primeiro gol. Reinaldo cobrou lateral na área, o goleiro Thiago saiu mal e deixou a bola nos pés de Victor Ramos que só tocou para as redes.
Logo depois, Reinaldo voltou a cobrar o lateral na pequena área e Thiago conseguiu afastar de soco. Aos 17 minutos, o zagueiro Réver se lesionou e forçou o técnico Zé Ricardo a promover a estreia de Rhodolfo, recentemente contratado.
O Flamengo só apareceu na área adversária aos 20 minutos, quando Diego tentou lançar Guerrero na área. Douglas Grolli tentou cortar e a bola sobrou para Willian Arão que acabou desperdiçando a chance.
Os arremessos laterais cobrados por Reinaldo se transformaram na grande arma da equipe comandada por Vagner Mancini. Cada cobrança causava problemas na defesa rubro-negra. Aos 24 minutos, um novo lançamento de Reinaldo causou tumulto na área, mas Grolli não conseguiu aproveitar.
Aos 29 minutos, Paolo Guerrero marcou o terceiro gol e tranquilizou a torcida rubro-negra. Dego cobrou escaneio, a zaga afastou e Juan cruzou para a cabeçada de Willian Arão. O goleiro Jandrei deu rebote e Guerrero chutou para ampliar a vantagem.
O Flamengo transformou a vitória em goleada aos 33 minutos quando Guerrero fez ótimo passe para Diego que colocou sem defesa para Jandrei. Três minutos depois, Guerrero usou a cabeça para marcar o quinto gol, depois de cruzamento de Everton.
Vinicius Júnior que entrou nos minutos finais, ainda colocou a bola nas redes, mas o árbitro marcou impedimento do atacante. E, no final, o Flamengo só tocou a bola para delírio da sua torcida.

Fonte: Gazeta Esportiva
MARIVALDO LIMA

Jânio Daniel segue em tratamento e desfalca Parnahyba em partida decisiva


Exame realizado no atacante constata lesão grau 1, e jogador segue em tratamento de fisioterapia intensiva. Trabalhos no campo só devem retornar com time possivelmente no mata-mata da Série D

Janio Daniel sofre contratura no músculo posterior da coxa e desfalca o Parnahyba (Foto: Didupaparazzo)

Para a última partida da fase de classificação da Série D do Campeonato Brasileiro diante do Globo, às18h de domingo, no estádio Barretão, o técnico do Parnahyba Vladimir de Jesus não deve contar com o atante Jânio Daniel. O jogador segue em tratamento fisioterapêutico intensivo para tratar uma contratura muscular, diagnosticada no segundo exame de imagem feito na semana passada. Jânio segue sem treinos com bola, e Vladimir deve escalar o mesmo substituto para o duelo: Daivison.

- O Jânio está com uma lesão de grau 1 e segue em tratamento de fisioterapia para tratar. Ele só deve voltar aos treinos semana que vem e possivelmente vamos usar o Daivison mais uma vez no time titular – confirmou o treinador.

Jânio Daniel, atacante do Parnahyba (Foto: Wenner Tito)

Com a viagem para Rio Grande do Norte antecipada para esta quinta, o treinador optou pela relação de Daivison, que é o substituto imediato de Jânio. Com a classificação para a segunda fase da Série D bem encaminhada, o time titular que entra em campo, no domingo, não deve sofrer alterações.

Líder do Grupo A6 da Série D, com nove pontos, o Tubarão segue empatado com o Globo, mas segue à frente por ter melhor saldo de gols. O Parnahyba só não avança se perder por goleada e tiver o azar de América-PE ou Guarani de Juazeiro vencerem por placar elástico (seis no caso do Mecão, e oito no caso do Guaraju).

MARIVALDO LIMA

EVANGELHO DO DIA


Evangelho (Mt 11,25-30)
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.
25Naquele tempo, Jesus pôs-se a dizer: “Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequeninos. 26Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado. 27Tudo me foi entregue por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai, e ninguém conhece o Pai, senão o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar.
28Vinde a mim todos vós que estais cansados e fatigados sob o peso dos vossos fardos, e eu vos darei descanso. 29Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e vós encontrareis descanso. 30Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.


BOM DIA A TODOS
MARIVALDO LIMA

Piauí é o 1º do Nordeste na geração de empregos formais


O Ministério do Trabalho e Emprego (TEM) divulgou os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e, de acordo com os dados, o Piauí fechou o mês de maio com saldo positivo (0,29), ficando como o primeiro estado do Nordeste com a maior geração de empregos formais no Brasil, com 6.681 novas contratações formais.
Na região Nordeste, apenas o Piauí (0,29), Bahia (0,18) e Maranhão (0,17) fecharam o mês de maio com saldo positivo na geração de empregos formais. Vale ressaltar que, desde o ano passado, o Piauí vem se mantendo entre os primeiro estados e um dos poucos do país com saldo positivo no índice medido pelo Caged.
Gessivaldo Isaias, secretário de Estado do Trabalho e Empreendedorismo destaca a importância de uma política pública de qualificação profissional e estímulo ao empreendedorismo e a economia solidária para o estado conseguir gerando empregos. “Temos procurado implementar com ajuda do Governo do Estado políticas públicas de geração de emprego e renda, para tanto temos investido em todas as áreas, principalmente na qualificação profissional e no incentivo ao empreendedorismo e a economia solidária, estimulando que esses dois últimos setores saiam da informalidade, para, assim, gerarem empregos formais. Paralelo a isso, temos cobrado da nossa equipe do Sine-PI que visite empresas em busca de vagas de trabalho para disponibilizarmos aos trabalhadores que são qualificados por meio dos programas da Setre. A soma de tudo isso tem se transformado em números positivos para o estado,” explicou o gestor.
Os resultados mostram que, mesmo em meio à crise econômica que tem assolado vários setores da economia, o estado tem se destacado mês após mês na criação de novos postos de trabalho. De acordo com o Caged, setores como agropecuária (3,00), Extrativa Mineral (2,71), Serviços (0,53), Indústria de Transformação (0,27) e Construção Civil (0,17) apresentaram avanços, o que ajudou nos números positivos do estado. Numa comparação entre admissões e demissões, o Piauí teve um saldo positivo de 113 vagas.
Das 27 unidades da federação, 13 tiveram saldo positivo de empregos em maio, ou seja, criaram mais do que fecharam vagas com carteira assinada de acordo no ranking geral do Caged. Desde o ano passado, o Piauí vem se destacando na criação de vagas. No mês de janeiro, o estado também tinha sido o primeiro do Nordeste, mantendo-se entre os três primeiros na posição em abril e agora novamente em primeiro com a criação de 6.681 vagas de empregos no mercado formal.
Fonte: CCOM
MARIVALDO LIMA

Assassinatos causados por policiais superam latrocínios, diz Ipea


Os policiais mataram mais que os ladrões em 2015, segundo pesquisa do Ipea divulgada no início do mês. O número de latrocínios (roubos seguidos por morte) no Brasil em 2015 foi de 2.314; as mortes por intervenção policial foram 3.320.
O dado leva em consideração só os casos em que um roubo culminou em morte, e não o total de homicídios, que foi bem mais alto (59 mil, de acordo com o levantamento).
Em números absolutos, os estados onde a polícia mais mata são, na ordem, São Paulo (848 mortes), Rio de Janeiro (645 mortes) e Bahia (299).
Dos 3.320 assassinatos causados por policiais em 2015 no país inteiro, 53,5% foram em serviço (um total de 1.778 mortes); cerca de 13,7% fora do serviço (455 mortes); e as outras 1087 não foram especificadas no relatório do Ipea, já que alguns estados não divulgam os dados detalhados.
Quando se considera a diferença entre mortes por policiais e latrocínios, o Rio de Janeiro é o estado que lidera: a polícia matou quase cinco vezes mais do que os ladrões.
Foram 645 mortes por policiais, contra 133 mortes por latrocínio, uma diferença de 512 mortes. O Rio não diferencia as mortes provocadas por policiais em serviço e fora de serviço em seus relatórios.
O índice de São Paulo também é expressivo, de 848 mortes por policiais contra 356 por latrocínio, mais que o dobro.
Na maior parte dos estados analisados, no entanto, o número de latrocínios foi maior do que o de mortes por policiais. Grande parte da diferença nacional se explica apenas pelos dados de Rio, São Paulo, Paraná e Bahia.

Alerta

No Atlas da Violência, compilado pelo Ipea com dados doIBGR e do Ministério da Saúde, os pesquisadores alertam para a conivência da sociedade com um uso abusivo do poder da polícia e com execuções sumárias.
A pesquisa cita a condenação do Brasil na Corte Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), em relação às chacinas na favela do Alemão em 1994 e 1995, mas cujo resultado só saiu em fevereiro deste ano.
O país será obrigado a publicar um relatório sobre as mortes causadas por policiais em todos os estados. Além disso, terá um ano para garantir que esses casos sejam investigados por um órgão independente da força pública envolvida, uma autoridade judicial ou o Ministério Público (MP).

Veja os estados onde a diferença é maior:

Exame.com calculou a diferença entre as mortes causadas por policiais, fornecidas pelo Atlas da Violência, e os latrocínios de cada estado, dado do 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, do Fórum de Segurança Pública.
Na tabela, os números negativos significam que há mais mortes por latrocínio do que por policiais.
LOCALPOLICIAISLATROCÍNIOSDIFERENÇA
Brasil33202.3141006
Rio de Janeiro645133512
São Paulo848356492
Paraná241117124
Bahia29920792
Alagoas975443
Amapá381721
Ceará866521
Rio Grande do Norte765818
Mato Grosso do Sul45369
Goiás1411374
Minas Gerais1051032
Maranhão1171170
Roraima69-3
Sergipe4347-4
Tocantins59-4
Santa Catarina6370-7
Pará180191-11
Espírito Santo2437-13
Paraíba1530-15
Rondônia715-23
Piauí1847-29
Amazonas4576-31
Rio Grande do Sul107140-33
Distrito Federal1049-39
Mato Grosso868-60
Pernambuco51116-65
Acre10sem dados

Fonte: Exame.com
MARIVALDO LIMA